Biografia: Jay P (aka JP)

João Pedro Mendes nasceu em Lisboa corria o ano de 1986.
O seu gosto pela musica surgiu cedo. Vindo de uma família bastante "dada à musica" tendo o seu pai sido cantor.  

Habituado desde pequeno a cantar e a ter um bom ouvido para a música, Jay P  sempre optou pelo estilo musical romântico (o estilo que foi habituado a ouvir e que foi assimilando ao longo dos anos).

«Sendo eu uma pessoa bastante romântica e que liga muito a sentimentos, faria todo o sentido escrever e cantar sobre esse assunto porque quero que as pessoas sintam o que eu gostaria que um dia me tivessem feito a mim:  escrever algo sobre o que sentia quando estava mal»

Sempre sentiu que tinha algo escondido dentro de si e que gostaria de mostrar às pessoas um dia.

Jay P esforçou-se para conseguir uma oportunidade que teimava em não surgir. Decidiu-se, então, a não ficar parado e  fazer algo, comprando material para gravar e escrever as suas músicas.

Percebeu que a melhor forma de fazer chegar as suas músicas às pessoas seria colocá-las na Internet (em espaços como o hi5, youtube, fotolog's, entre outros) e rapidamente obteve algumas respostas bastante positivas.  
Chegou a captar a atenção de outros artistas com quem gravou faixas (como Mauro S, e TH).

E foi nessa altura (em 2007) que conheceu o Danito.
Danito decidiu então convidar Jay P para gravarem uma faixa chamada: "Mãe". 

Este trabalho agradou particularmente a Danito e, desde estão, continuaram a trabalhar juntos.

Seguiu-se outra faixa ( "Lágrimas na Cara") lançada, no Verão de 2007, tendo sido ouvida milhares de vezes nos poucos dias seguintes ao lançamento.

Seguida por outra nova faixa lançada no mesmo mês ( "Tu És"), que viria a bater todos os records de audições na Internet em português. Foi com essa faixa que conseguiram catapultar a sua popularidade e ver reconhecido o trabalho conjunto da dupla Danito e Jay P.

«Assim sentimos que juntos somos mais fortes, sendo que o Jay também já cantava há algum tempo. Estamos juntos na música há ano e meio e lançámos 17 faixas» (18 faixas, se quisermos contar com a lançada na estreia deste novo site).

Outra das razões pela qual Danito e Jay P continuaram a trabalhar juntos é a de que, para além de juntos fazerem um melhor trabalho, na vida pessoal tornaram-se grandes amigos.

Em Agosto de 2008, Danito & Jay P assinaram contrato com a FLC Audiovisuais (a mesma produtora dos artistas "Melo D.", "Dama Bete", entre outros).
Viram este acontecimento como um grande passo nas suas carreiras. Foram estas também as palavras do seu manager (Filipe Larsen), cujo nome é sobejamente conhecido no meio musical português. É também guitarrista/bass da Grande Fadista, Ana Moura.

«Assim assinámos contrato com a FLC, que nos prometeu vir a gravar 2 albuns...  Assim sentimos que estamos no bom caminho para atingirmos os nossos objectivos, já que contamos com o apoio de pessoas mais experientes e com mais conhecimento do meio, que nos poderão ajudar a tratar das coisas de uma forma profissional, porque sempre sentimos que era isto que realmente necessitávamos para evoluír. Como por exemplo, staff para dar apoio nos concertos. Por exemplo, temos vindo a receber imensos convites para escolas, casamentos, casas portuguesas e diversos projectos no Luxemburgo, Suiça, Alemanha, Inglaterra, França e outros países onde há residentes portugueses, mas infelizmente temos rejeitado. Desde que assinámos contrato estamos empenhados no nosso álbum, tanto na escrita como na produção.»





Após a assinatura do contrato, Danito, Jay P e Filipe Larsen (FLC Audiovisuais) "o Grande Manager".



No estúdio durante as gravações.


Beach Party @ Tamariz. Melo D, Filipe Larsen, Dama Bete, Jay P e Danito.

 

Biografia: Danito

Danito, um jovem português nascido na capital da Holanda (Amsterdão) e onde sempre viveu.

Danito começou  a cantar originalmente em holandês. 
A aventura começou em 2002 quando um amigo o convidou para gravarem uma música (em holandês).

Devido ao facto de ser um estilo musical ainda pouco conhecido e divulgado, não existiam muitas referências para buscar inspiração.
Daí que a principal fonte de inspiração tenha sido a sua própria experiência de vida. Encontrou assim uma forma de expressar o que sentia.

As letras foram surgindo, nascidas de rabiscos em papel e caneta, versando temas como amores de infância e principalmente amores proibidos. Ao fim de algum tempo acumularam-se muitas outras letras, que são hoje em dia passadas como mensagens, com as quais muitos fãs se identificam.

Sempre gostou do estilo de musica que faz hoje em dia. 

«Rap, para mim, era mais uma forma de exprimir o que sentia em tudo que faço na vida. Sou perfeccionista, e em tudo o que faço quero ser o melhor. Pode até ser um defeito, mas com a música sempre foi uma razão para me dedicar a 100 % e não parar de rimar.  Ao fim de alguns anos, cresci na música e no flow."

Durante os últimos anos, Danito trabalhou juntamente com outros artistas mais experientes (como o Marrone, seu primo). 
Um dia, a convite do primo, gravaram uma música e ficaram surpreendidos com a sua voz.

As poucos, Danito reparou que a sua música ia sendo ouvida e discutida. Nalguns fóruns encontrou diferentes discussões, com pessoas que adoravam as suas músicas, e outras que o criticavam por não aceitarem este diferente estilo musical.
Mas não ficavam indiferentes!

«Para mim isto é R&B/RAP Português, nunca lhe chamei hiphop».

Em 2007, quando criou um perfil no hi5, passou a ter uma visão diferente sobre a audiência da sua música e também a receber feedback directo dos fãs.  Bem positivo! E cada vez mais...

No mesmo ano criou também perfil no youtube.
Os ouvintes vibraram com as suas músicas. Um pouco por toda a internet há vídeos com as músicas do Danito (como fundo) para ilustrar aquilo que as imagens não conseguem transmitir.

Ainda em 2007, Danito convidou Myth (autor já conhecido pelos seus trabalhos musicais) para fazerem uma música em conjunto.
Foi escolhido o tema "Esperança Não Morre" (uma música dedicada a Madeleine McCann e a todas as crianças desaparecidas).


Esta música encontrou aceitação um pouco por toda a imprensa. 
Um canal de televisão dedicou-lhes uma reportagem e convite para cantarem ao vivo.

 

 

 

















O Álbum

Falando do álbum, passaram a contar no projecto com a colaboração de outro artista (Mário), como cantor e produtor (considerado pela dupla como um dos melhores em Portugal neste estilo musical). 

«Entretanto várias faixas estão já prontas, mas claro fazem parte de projectos para o álbum. Decidimos levar apenas algumas das faixas antigas, sendo assim regravadas.
Neste momento estamos concentrados nisso mesmo, tendo rejeitado para já todos os convites, apesar de agradecermos. 
Assim estamos a dar prioridade à produção e escrita do álbum.» 

«Ao mesmo tempo não queremos estar parados, apesar de termos acima de 25 faixas a circularem na inter net. Queremos continuar a surpreender os ouvintes,  e assim ainda, não paramos de lançar e fazer músicas promocionais, custando-nos muito tempo e dedicação. Por isso, apesar da dedicação ao álbum, poderão sempre esperar novas faixas que serão lançadas aqui no site»

«Os nossos objectivos são vários. Como qualquer artista, queremos alcançar tudo o que sonhámos, que passa por termos uma carreira estável e sólida, e que permita fazer chegar a nossa música aos ouvidos de todos os que gostam de nós. É esse o grande objectivo.»



O Sonho Continua...

Danito & Jay P